Publicado em 09 de Junho de 2021

Em manifesto, elenco da Seleção critica a Conmebol e mostra insatisfação com a Copa A

FILADELFIA FM

Casemiro publicou o manifesto em suas redes sociais – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Após a vitória por 2×0 em cima do Paraguai, nesta terça-feira (8), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, os jogadores da Seleção Brasileira recorrem às redes sociais para se posicionarem oficialmente sobre a realização da Copa América.

No manifesto, o grupo de atletas critica a Conmebol, realizadora do evento, e aponta insatisfação com a participação no torneio, que será sediado no País, a partir de domingo (13).

Ainda assim, o elenco deixou claro que não deixará de entrar em campo, de vestir a camisa nacional, mesmo descontente com a forma em que a situação foi gerida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na época presidida por Rogério Caboclo, afastado após uma denúncia de abuso sexual.

A Copa América seria realizada orignalmente na Colômbia, que enfrenta uma crise política, com manifestações populares intensas. Por isso, o torneio seria transferido para a Argentina, que não aceitou o posto de país-sede por conta do aumento recente de casos da Covi-19.

Foi anunciado, então, que o Brasil receberia o evento, o que gerou longos debates e muita polêmica, visto que o País é um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus. Confira abaixo o que disseram os jogadores:

O Brasil estreia na Copa América no domingo (13), contra a Venezula, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A Seleção está no Grupo A do torneio, que tem ainda Peru, Equador e Colômbia.

Informações do Portal FolhaPE
Veja tambem: