Publicado em 10 de Outubro de 2017

De olho em 2018, PSDB reforça Bruno Araújo para representar o partido

www.filadelfiafm.net

O PSDB de Gravatá reconduziu Maria de Fátima Felix à presidência do partido no município em convenção realizada neste domingo (8) na Câmara de Vereadores. Marcaram presenças no evento o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB); o presidente do PSDB de Pernambuco, deputado Antônio Moraes; a presidente do PSDB Mulher-PE, deputada Terezinha Nunes; o presidente da juventude tucana no Estado, Rodrigo Barros; o prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB) e demais lideranças. 

Em seu discurso, Joaquim Neto ressaltou que o PSDB tem muito a contribuir com Pernambuco e com o Brasil e destacou o nome do ministro Bruno Araújo como o melhor para disputar a eleição ao governo em 2018. “Gravatá teve a honra de fazer o primeiro prefeito do Brasil e queremos mostrar que o partido pode acrescentar a Pernambuco e ao país. O PSDB tem o melhor nome para disputar a eleição ao governo do Estado que é o ministro Bruno Araújo. Com o poder de articulação e com o respeito que o ministro adquiriu ao longo desses anos com seu trabalho, não há melhor nome para ser governador do Estado”, defendeu.

O ministro Bruno Araújo pontuou que o PSDB vem avançando num processo de diálogo com importantes lideranças do Estado. Citou, entre elas, os senadores Armando Monteiro e Fernando Bezerra, e os ministros Mendonça Filho, Raul Jungmann e Fernando Bezerra Filho. Segundo Bruno, o diálogo entre esses quadros não está sendo conduzido em torno de cargos numa eventual chapa conjunta para as eleições de 2018.

Em outro momento, Bruno foi ainda mais incisivo. “Vamos fazer isso num grande processo de discussão, de compartilhamento. O momento é de juntar energia e ter consciência da missão que a gente tem. Portanto, meus amigos do PSDB e de outros partidos que aqui nos prestigiam, o exercício da boa política aqui praticado é algo que vai nos unir nessa missão. Se aqui de Gravatá, um dia saiu o primeiro prefeito do PSDB no Brasil, eu não me furtarei se também daqui de Gravatá sair o primeiro governador de Pernambuco do PSDB", disse. 

Veja tambem: